Audiodescrição – Conceito e Legislação

A audiodescrição é um recurso que permite acessibilidade a quem não tem a possibilidade de identificar elementos visuais. Pode ser utilizada na televisão, em teatros, cinema e diferentes meios que possuam informação em forma gráfica.

Neste post trazemos o conceito e algumas informações sobre a legislação da audiodescrição no Brasil.

Conceito

É um recurso em áudio que descreve elementos presentes em meios de comunicação visual. Voltado a pessoas com deficiência visual, intelectual, dislexia e idosos. Utilizado em meios que incluem a televisão, o cinema, a dança, a ópera e as artes visuais. Atualmente também presente em lives de redes sociais e plataformas digitais.

Como funciona

Consiste num narrador que fala durante a apresentação, descrevendo o que está a acontecer na tela durante as pausas naturais. Algumas vezes é realizada durante diálogos, quando considerado necessário. Deve apresentar capacidade de síntese dos elementos fundamentais para compreensão da informação.

Legislação

Uma portaria do Ministério das Comunicações que torna o recurso obrigatório foi publicada em 2006. O prazo para que entrasse em vigor, entretanto, foi prorrogado duas vezes pelo próprio ministério para que as emissoras de TV tivessem tempo de se adequar.

A partir de 1º de julho de 2011 foi instituída no Brasil a obrigatoriedade de pelo menos 2 horas semanais de conteúdo com audiodescrição para as emissoras com sinal aberto e transmissão digital. É disponibilizada em um canal de áudio secundário, por meio da função SAP.

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Skip to content