Audiodescrição | Como fazer

Num post anterior apresentamos a audiodescrição, seu conceito e legislação no Brasil. Neste post trazemos algumas dicas de como realizar a audiodescrição em projetos audiovisuais.

Anuncie a Imagem

Não há uma regra definida por onde começar a descrição. no entanto é sempre interessante iniciar do geral (macro) para, após, se especificar nos detalhes (micro). Inicie com o anúncio do tipo de imagem: fotografia, pintura, cartum, tirinha, ilustração, etc. Expresse título ou subtítulo, caso possua.

Informe cores

Expresse se a imagem é em tons de cinza, em tons de sépia, em branco e preto. Se for colorida, não há necessidade de informar que é “imagem colorida”. Mesmo que muitos deficientes visuais não tenham noção de cores, o fato de dizer o nome da cor pode trazer sensações, impressões e algum significado.

Descreva por regiões

Descreva todos os elementos de uma determinada região da foto e só depois passe para a próxima região, criando uma sequência lógica. Lembre-se de expressar formato, cor ou qualquer outro aspecto relevante para a caracterização. Evite usar adjetivos. a pessoa ouvinte é quem decidirá, a partir da descrição, qual ideia é repassada.

Outras dicas

  • Descreva em sentenças curtas
  • Busque descrever literalmente, e não por comparações, analogias ou metáforas
  • Procure seguir ordem natural de leitura (leitura ocidental, da esquerda para a direita, de cima para baixo)
  • Evite descrever em excesso os detalhes ou partes que não são relevantes para a compreensão do todo

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Skip to content